// arquivos

Eleiçoes

Esta tag está associada a 4 posts

Os “memes” e a política

Desde o começo das redes sociais, os memes (termo usado para se referir a um conceito ou imagem que se espalha rapidamente no mundo virtual) são repercutidos nas mídias sociais. Estas imagens influenciam muitas pessoas e chegaram agora a fazer piadas no mundo político brasileiro e internacional. Criam carisma, difamam, espalham casos, formando um grande centro de debates. Isso em alguns aspectos é bom, porém em outros pode ser um abuso.

Tucano sem asas e árvore dividida

Todos sabemos que 2010 foi um ano eleitoral, no qual escolhemos o representante do governo federal e estadual, além de deputados e senadores. Isso não é novidade, mas novidade foi a não eleição de figuras de peso da oposição ao governo Lula. O que se pode perceber é que os maiores críticos do governo petista não foram eleitos. Isso se deve ao fato da forte campanha feita pelo próprio Lula contra essas figuras. Lula aproveitou-se de sua excelente popularidade, e pelo bom momento, conseguiu eleger sua sucessora, Dilma Rousseff (PT-RS) e um grande número de deputados e senadores, tendo maioria no legislativo.

Primeiras grandes decisões

No Brasil a lei referente ao voto é clara. Para votar é necessário tirar um título de eleitor, que só pode ser obtido a partir dos 16 anos. O voto é opcional para os cidadãos com idades entre 16 e 17 anos, idosos (acima de 70 anos), ou analfabetos. No ano em que o jovem completa 18 anos o voto passa a ser obrigatório, e com isso ele passa a exercer uma importante função relacionada a seu papel como cidadão.

Cidadania o quanto antes!

Quem nunca se perguntou para que serve tirar o título de eleitor? O que o meu voto mudaria na sociedade? Como tirar o título? Muitos adolescentes pensam na opção de começar a votar aos 16 anos, mas depois desistem por não saber ao certo as respostas a essas e muitas outras perguntas.