// arquivos

beleza

Esta tag está associada a 5 posts

A beleza real

Atualmente, a aparência vai além da vaidade, ela passou a adotar um papel mais importante; ela transmite a originalidade, a personalidade e o estilo de vida de uma pessoa. Nas redes sociais estão surgindo diversos movimentos que incentivam as meninas a assumirem seus cabelos naturais, muitas vezes de origem afro, com o objetivo de combater o preconceito presente no Brasil há séculos. Estamos vivenciando uma verdadeira revolução na ditadura da beleza.

O comum também é bonito

Vivemos em uma sociedade que busca a perfeição 24 horas por dia, sete vezes por semana. Nossos ideais surgem a partir de imagens e vídeos de propagandas nas quais vemos mulheres mostrando o corpo “perfeito” para os padrões de hoje. Temos provas de que o que vemos é manipulado, feito por computadores, mas apesar disso, jovens continuam morrendo e sofrendo por causa de dietas extremas. A parte da sociedade menos influenciada por esses padrões de beleza impostos são as crianças. Uma pesquisa foi feita na escola St. Edmund’s Academy em Pittsburgh, Estados Unidos; nela, as crianças entrevistadas foram apresentadas a uma nova boneca chamada Lammily.

Beleza pode ser “matematizada”?

Todos nós, pelo menos uma vez, certamente já nos perguntamos o que é beleza e como ela é explicada. Como justificamos o que achamos belo? Como diferenciamos o belo do feio?

Existe uma possível explicação para aquilo que achamos mais atraente para os olhos.

A ditadura da aparência

O ser humano parece geneticamente programado para fingir: a gente finge que não dói, só pra não passar vergonha; finge achar legal, só pra se passar de legal; finge que gosta, só pra não ser ridicularizado; e a gente finge que é, quando na essência, nada é. A gente distorce a forma, a fim de criar espaço. Não é de hoje que somos diariamente submetidos a um forte apelo da sociedade, mas algo que percebemos, nos últimos tempos, é a preocupante e alarmante supervalorização da estética. Abrimos as revistas, ligamos a televisão, olhamos outdoors pelas ruas, acessamos a internet, e lá estão: corpos com ideais perfeitos, expostos, impostos, pregando uma imagem irreal. Palmas para aqueles que conseguem viver em um mundo onde isso é normal: a repressão tornou-se hábito. – Por: Giovanna Emerici e Isabella Campos.

Beleza fora do padrão

O padrão de beleza brasileiro vem influenciando principalmente a mentalidade feminina sobre o corpo ideal. A mídia, principal transportadora dessa mentalidade, veicula imagens de corpos considerados perfeitos através dos mais variados formatos de programas, peças publicitárias, novelas, filmes, outdoors etc. – fazendo com que mulheres de todas as faixas etárias e principalmente as jovens vinculem essas imagens ao corpo ideal.