// você está lendo...

Educação e carreira

A balança do seu futuro

O martelo e a balança, símbolos do Direito

O martelo e a balança, símbolos do Direito

Vestibular. Uma palavra que vem carregada de inúmeros significados. Para uma esmagadora maioria, é aterrorizante, para o resto… Na verdade não existem jovens entre 15 e 18 anos que não fiquem incomodados com o fato de uma única prova decidir boa parte de seu futuro. É visível que o sistema de educação brasileiro falha nesse ponto, ao julgar milhões de alunos pelo seu desempenho em apenas um fim de semana de sua longa vida estudantil. Pelo menos até o final da próxima década, isso não mudará. Resta aos candidatos, preparar-se o máximo possível para quando o grande dia chegar.

Não é raro que haja um considerável número de estudantes que, já no final do Ensino Médio, não saiba o que cursar na faculdade. Hoje, apresento a esses alunos, uma das carreiras que mais me impressionaram no evento Mergulho nas Carreiras, do Colégio Stockler.

Imagine uma profissão que nunca se extinguirá e sempre será valorizada no concorrido mercado de trabalho. São essas as promessas que o curso de Direito faz aos seus interessados. Um curso que possibilita aos universitários trabalhar com a distinção entre o certo e o errado. É difícil? Sim. Você terá que passar noites em claro? Também. Porém, são os próprios profissionais da área que afirmam que trabalhar com a lei, a moral e a ética é apaixonante. Fora a remuneração que é, igualmente, ótima.

O que mais chama a atenção são as inúmeras possibilidades dentro do Direito: existe o direito penal, em que o profissional trabalhará com acusados de delitos; direito tributário, em que servirá como mediador das relações entre o cidadão e o Estado no que se refere a arrecadação de tributos; direito empresarial, em que cuidará das relações entre empresas, e outros tantos ramos.

Para os especialistas em educação, os melhores cursos de Direito se encontram na Universidade de São Paulo (USP), Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), com destaque para a segunda, que além de possuir um processo de seleção bem diferenciado, possui uma filosofia que atrai muitos alunos das principais escolas do país.

Após a formação, o graduado terá que prestar o disputadíssimo concurso da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), e se realizá-lo com êxito, receberá a autorização para exercer a profissão de sua escolha, seja a de advogado, juiz ou até mesmo delegado. E se após alguns anos o profissional quiser desistir da carreira, lembre-se que muitos já se aproveitaram do respeito à profissão como uma ponte para iniciar uma carreira política. Se não acredita, veja o Presidente da República, Michel Temer, como exemplo. Temer é formado pela Universidade de São Paulo e ingressou na política somente após os 40 anos de idade. Nos anos anteriores, o atual Presidente trabalhou em escritórios de advocacia, servindo como advogado de direito trabalhista.

O vestibulando que está indeciso, no momento, não deve se apressar. É importante fazer a escolha certa nesse momento. Se decidir ir para o Direito, prepare-se para ler muito e falar bonito.

Discussão

No comments for “A balança do seu futuro”

Postar um comentário