// arquivos

Arquivo de October, 2016

“Homo homini lupus” – a essência humana

“Homo homini lupus”, como escreveu o dramaturgo romano Platus, exprime a relação social que sempre esteve presente entre humanos. Admitimos, desde Descartes, que temos de contradizer a natureza, conquistando-a, transformando-a e destruindo-a. Desde Darwin, afirmamos que somos descendentes dos primatas, muito embora nos excluamos dessa árvore genealógica para idealizar uma cultura civilizada independente. Desde Hobbes e Rousseau, começamos a discutir conceitos relacionados ao poder do soberano; convencemo-nos, desde Freud, de que as guerras decorrem do nosso egoísmo e da nossa suposta superioridade. Vivemos em um mundo em constante degradação por seu próprio habitante, apesar de nos considerarmos seres evoluídos. Seria mesmo o homem lobo do próprio homem, como dissera Platus – e depois, Hobbes – ou a Natureza é quem estaria contra nós? – Por: Leticia Jaw.

EI: um exército sem fronteiras

O Estado Islâmico surgiu como um braço direito da Al Qaeda em 2013, porém posteriormente se separou do grupo, dando início ao grupo liderado por Abu Bakr al-Baghdadi. Desde seu início o grupo já realizou ataques (diretos e indiretos) até mesmo fora dos seus territórios dominados, e até o momento não existe um número exato de vítimas. O EI atualmente tem territórios declarados em cerca de 9 países, e um número estimado de cerca de 30 mil combatentes, sem contar pessoas que não fazem parte do grupo formalmente.

Vida e morte dos invisíveis na rua

A marginalização dos moradores de rua causa, além de traumas psicológicos, a morte daqueles que não têm seus direitos à moradia, saúde, alimentação ou educação supridos pelo governo.

Reduzir a maioridade é seguro?

Foi aprovada na Câmara dos Deputados em Brasília a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) para que a maioridade penal seja reduzida de 18 para 16 anos quando se trata de crimes hediondos, como homicídio qualificado, estupro, extorsão e latrocínio. A proposta prevê que esses crimes sejam julgados de acordo com o Código Penal vigente. Ainda não está certo se a proposta será aceita no Senado, mas é importante que independente do resultado haja uma conscientização geral e outras medidas sejam tomadas diante desse problema. Esses jovens não irão cometer um menor número de delitos, mesmo correndo o risco de serem presos. Apenas trocarão a carteira da sala de aula pelo chão da cela, e seus professores por um chefe do crime.

(De)forma-se a nova geração

Com o surgimento da publicidade e da propaganda, por volta do século XVIII, o desejo por um corpo associado ao padrão de beleza imposto pela sociedade em que o indivíduo está inserido e, principalmente, pela mídia, está cada vez mais em evidência. Ideais que alimentam as angústias e a insatisfação com o corpo, causadas em maioria, por excesso de massa corporal fazem com que o indivíduo mude seus hábitos esportivos e alimentares.Para manter o funcionamento de seu organismo, todo ser vivo precisa respirar e se alimentar, para que dessa forma os nutrientes presentes nos alimentos mantenham o funcionamento regular do organismo. Para ter uma boa alimentação deve-se equilibrar a quantidade e a qualidade dos alimentos ingeridos a fim de que os nutrientes fornecidos garantam bem estar físico. Buscando atingir o padrão de beleza imposto pela sociedade, tornou-se comum recorrer às famosas dietas, chás, cápsulas e outros meios que necessitem o menor esforço físico, e até se apela ao uso do Photoshop – programa de edição de imagens utilizado em propagandas para estabelecer um padrão de magreza não realista.

O poder da genética

Em meio a diversas descobertas presentes nos dias de hoje, uma se destaca por seu caráter de ficção científica, ultrapassando a fronteira do que conhecíamos até agora. Essa tecnologia se chama Crispr-Cas9, ou apenas Crispr, como é conhecida popularmente. Crispr é a sigla para Clustered Regularly Interspaced Short Palindromic Repeats (Repetições Palindrômicas Curtas Agrupadas e Regularmente Interespaçadas, na tradução livre) e foi descoberta em 1987 por Yoshizumi Ishino na Universidade de Osaka. Mas o que seria essa descoberta?

Uma batalha além dos quadrinhos

Durante décadas, quadrinhos americanos que apresentam histórias de super-heróis e super-vilões foram opção de divertimento para gerações de crianças e adolescentes. Os heróis, que são até os dias de hoje considerados como deuses, servem de inspiração para meros mortais. A função desses seres fictícios é defender o bem e a paz, sempre na luta do bem contra o mal. Mas as histórias desses heróis estão entrelaçadas com ocorridos e acontecimentos do mundo real.

Techno, arte e indústria cultural

Todo mundo sabe o que é, ou já ouviu falar de música eletrônica. Recentemente, nossas telas foram tomadas por imagens de grandes festivais, como a Tomorrowland, nossas atenções foram voltadas aos grandes Mainstages e aos artistas que fazem parte do movimento EDM (Eletronic and Dance Music). Porém, ao mesmo tempo em que vemos essa indústria crescer e ruir, há diversas culturas acontecendo e se desenvolvendo nas sombras, no underground.

Crueldade com seres indefesos

“A pergunta não é ‘Eles podem pensar?’ nem ‘Eles podem falar?’ A pergunta é: ‘Eles podem sofrer?’” dizia Jeremy Bentham, um filósofo britânico. A resposta é sim, os animais sentem como nós, não é porque o ser humano se considera como uma raça superior aos outros animais que eles não possuem os mesmos sentimentos que nós. Medo, angústia, stress, aflição, depressão e dor, apenas isso é o que sentem ao estarem trancados em um ambiente sem espaço e luz solar, onde estarão sujeitos a experimentos e condições cruéis durante sua curta “vida”.

O escândalo russo na Olimpíada

As Olimpíadas começaram no dia 5 de Agosto 2016, porém a preparação dos atletas começou muito antes. Os esportistas de todos os países participantes foram treinar para o evento, porém na Rússia, esse treinamento começou e terminou com o pé esquerdo para muitas pessoas.