// arquivos

Arquivo de October, 2012

Tecnologia: upgrade ou um vírus para as escolas?

Já se foi o tempo em que os únicos objetos dos alunos eram lápis, caneta e borracha. Celulares, tablets e computadores são mais do que comuns no cotidiano dos jovens que ficam sentados nas carteiras, cinco dias por semana, de frente para a lousa. No entanto, a grande maioria das escolas ainda se mostra inflexível em relação ao uso dessas tecnologias que poderiam ser extremamente benéficas ao aprendizado: apesar das várias melhorias que a tecnologia pode trazer para as escolas, há desvantagens que precisam ser levadas em conta. – Por: André Paz Hamada e Luiza Travassos da Rosa Netto.

Tribos urbanas – não tão humanas

Tribos urbanas são grupos de pessoas que se unem, normalmente em grandes centros, por partilharem do mesmo ponto de vista, ideologia, modo de se vestir, de agir etc. É comum pessoas começarem a fazer parte de um desses agrupamentos na fase da adolescência, pois os indivíduos têm a necessidade de se integrar a partir de afinidades. Em algumas tribos, seus componentes defendem rigidamente seu ponto de vista, podendo até causar conflitos por divergência de crenças.

Durma com os… professores?

Não é nenhuma novidade que nós jovens estudantes da geração atual temos um grande problema com o sono, principalmente na vida escolar. Mas afinal, por que precisamos acordar tão cedo para ir à escola?

Alargando as suas ideias

Já percebeu que o uso do alargador acaba muitas vezes sendo relacionado à delinquência? Você já parou para pensar que muitas vezes acabamos julgando o que é diferente de nós? Dá para perceber que há novos conceitos de estética, diferentes daqueles da época de nossas mães, por exemplo, e mais ainda de nossos avós, pela diferença de tempo. É, muita coisa mudou. Infelizmente, muitas pessoas insistem em julgar sem procurar conhecer mais sobre a pessoa ou assunto. É normal, acabamos por estereotipar os estilos, assimilando com as respectivas personalidades. Muitas vezes, não nos lembramos de que a aparência física não define quem somos por dentro, pois é apenas a forma que temos de nos expressar fisicamente. É comum esbarrar com alguém na rua que adota o uso de alargadores. Mas você sabe da onde surgiu essa tendência?

Viver ou morrer? Eis a questão!

Prática conhecida no mundo, a eutanásia, que abrevia a morte de um doente em coma ou em estado crítico, deve ser aplicada no Brasil? A eutanásia já é aplicada em países como Holanda e faz com que o doente sem perspectiva de vida não sinta dor e nem sofrimento na hora de sua morte, dando a seu responsável ou a si mesmo o direito de optar pela morte. O agravante vem das leis e códigos de nosso país, que visam proteger a vida, e acabam colocando uma barreira no processo.

Fisioterapia: passos para o futuro

Todo mundo já ouviu falar da famosa fisioterapia. Sempre que alguém quebra um braço, uma perna ou passa por uma cirurgia que interfira nos movimentos do paciente o médico diz “agora, você precisa fazer fisioterapia”. O que muita gente ignora, porém, é o significado dessa profissão. Muitos nem entendem a razão de precisarem de tal tratamento, ou, muitas vezes, acabam nem terminando todas as sessões recomendadas pelo médico. Com o intuito de conscientizar as pessoas e informá-las sobre a importância desse trabalho, foi entrevistada a Dra. Patrícia Leite, formada em fisioterapia na Unimar (Universidade de Marília), pós-graduada pela Unifesp em fisioterapia respiratória e fisiologia do exercício. A Dra. Patrícia também fez uma Extensão Universitária em RPG (Reeducação Postura Global) e em pilates para Fisioterapeutas. Hoje, ela trabalha dando aula de pilates durante a tarde e ajudando idosos na Amil durante a manhã. Porém, antes de chegar ao que é hoje, Patrícia teve muitas experiências boas e ruins.

Aviação, uma viagem incrível

Desde os primórdios da aviação, a carreira de piloto de avião desperta fascínio e curiosidade. Afinal, não é qualquer um que consegue operar uma das máquinas mais caras e complexas do mundo em segurança. Viajar horas e horas, distante da família e dos amigos. Fazer isso por prazer e ter a satisfação de ver o sorriso de um passageiro. O curso de Ciências Aeronáuticas (ou Aviação Civil) é destinado a formar pilotos. Tudo o que ocorre dentro de uma aeronave é responsabilidade do comandante, desde a supervisão do trabalho da tripulação ao controle de todos os equipamentos da aeronave. Realmente são muitos botões! Para contar um pouco mais sobre essa grande aventura, entrevistamos o comandante Arnaldo Luis Frank, piloto da GOL Linhas Aéreas e comandante de um Boeing 737-800.

Arte: talento em movimento

“Arte é a minha vida”, diz Paolo Quaglio, artista plástico. Para muitos, quando falamos em arte logo pensamos em artistas malucos ou algo do tipo. Porém, isso envolve muito mais do que tinta na tela. “Um artista precisa nascer com o talento: artista não ensina, nasce!”, explica Paolo. Afinal, o que é arte? Existem muitas concepções do termo e utilização da Arte “Nada existe realmente a que se possa dar o nome de Arte, existem somente artistas”, afirma Ernest Gombrich, crítico inglês . Muitos a definem como uma criação humana com valores estéticos, deixando implícitas as emoções, história, sociedade e cultura de uma determinada civilização em seu respectivo momento histórico, como um meio de espelhar o mundo. Também pode ser definida como um sinônimo de beleza transcendente, com valores estéticos. Etimologicamente, arte significa técnica e/ou habilidade (do latim, Ars), o que demonstra que talento não é tudo. É necessário também técnica. Por isso um profissional de artes plásticas deve ter inspiração, dedicação e talento.

Nas ondas do entretenimento

Por ser um curso pouco conhecido, é comum muitas pessoas confundirem Rádio e TV com cinema, mas são coisas diferentes. Quem faz o curso de Rádio e TV irá exercer funções ligadas à criação, produção, edição e direção de programas de rádio e televisão. O radialista é responsável por muito do que vemos e ouvimos. Antigamente o radialista tinha atuação limitada em emissoras de rádio e TV, mas ganhou de uns anos para cá um vasto mercado e uma extensa área de atuação. Hoje em dia o profissional pode trabalhar em veículos de internet, produtoras independentes, em empresas que operam tecnologias para celulares, TV digital, entre outras funções. O curso de rádio e televisão tem duração de 4 anos. O aluno recebe toda a formação teórica nos dois primeiros anos, dividida entre as disciplinas de rádio e TV e de cultura geral, e a partir do terceiro ano de curso o aluno começa a realizar trabalhos inerentes á área. O mercado de trabalho está crescendo cada dia mais, recebendo muito bem os novos profissionais e uma boa parte deles conseguem entrar antes de terminar a graduação. Para saber mais dessa profissão, entrevistamos a professora do curso rádio e TV da faculdade Cásper Líbero, Elisa Marconi.

Relações globalizadas

Os quatro pontos do mundo se interligam, e para que a conexão possa ser feita de forma efetiva, surge então a profissão de relações internacionais, responsável por analisar o cenário mundial e a relação entre os povos, nações e empresas nos critérios políticos, econômicos, sociais, militares, culturais e comerciais. Essa carreira deve contribuir para o desenvolvimento econômico e setorial de empresas, instituições públicas e privadas, governos e lideranças através de consultas. É responsável pela elaboração de planos de negócios ou pela gestão dos empreendimentos internacionais. Diante dos eventos futuros do Brasil como a Copa do Mundo e as Olimpíadas, a profissão tem crescido muito: “não há dúvidas que o curso ficará muito em evidência”, diz David, professor da Anhembi Morumbi, no curso de Relações Internacionais. David cursou primeiramente Unesp em Franca, pelas restrições no mercado de trabalho presentes no local, e depois transferiu o curso para a PUC São Paulo. O professor conta um pouco sobre as experiências na carreira e na vida como profissional em RI.