// arquivos

História da Ciência

Esta categoria contém 6 posts

O núcleo da questão

Logo que avistamos o trifólio, cujo símbolo representa a provável presença de radioatividade em maior porção do que o normal na atmosfera naquele determinado local, já ficamos com os olhos arregalados pensando no verossímil perigo dela. Portanto, esse temor sobre o assunto é motivado devido a fatores externos, como a mídia e os filmes de ficção científica que nos mostram grandes acidentes causados pela radioatividade. Afinal, o que é a radioatividade e o que há por detrás desse assunto tão pouco compreendido?

Darwinismo social no século XX

Nazistas: quais eram seus objetivos e de onde veio a crença na raça ariana? A 2ª Guerra Mundial foi um dos fenômenos mais marcantes da história mundial. Tendo como antecedentes o Tratado de Versalhes, a Crise de 1929, o impacto violento na Alemanha e a instabilidade política e econômica mundial, um homem chamado Hitler começou algo que durou por anos e afetou a vida de milhões.

Caos: o sistema consequencial

Previsibilidade: pode o bater de asas de uma borboleta no Brasil desencadear um tornado no Texas?

Para maias, “o fim está próximo”

Nos últimos anos, inúmeras catástrofes ocorreram em toda a Terra, gerando uma nova discussão a respeito do fenômeno que poderia levar ao fim da vida no planeta. O calendário Maia prevê que em 2012, no dia 21 de dezembro, irão acontecer mudanças que afetarão para sempre a existência humana.

2012: o fim ou mais um começo?

“Não é o final dos tempos, é apenas um começo”. A palavra apocalipse é usada erroneamente como sinônimo de “fim do mundo”, pois proveniente do grego, a palavra significa Revelação. Mas ainda assim fala-se muito em catástrofes e extinção da raça humana causadas pelo fim do calendário maia. Será isso verdade?

Gravidade, de Newton a Einstein

A gravidade está presente a todo o momento, tudo o que vemos na Terra está sujeito aos efeitos da gravidade. Ela foi primeiramente identificada pelo cientista inglês Isaac Newton. Diz o mito que Newton estava embaixo de uma macieira e, quando uma maçã caiu, Newton começou a se perguntar o porquê de ela ter caído ao invés de ter flutuado. Ele associou esse fenômeno com o mesmo que deixa a Lua na órbita da Terra, criando assim o conceito de gravidade. Apesar de Isaac Newton ter demonstrado que a gravidade existe, ele não sabia explicá-la. Apenas após 200 anos alguém pôde explicá-la e mudar a visão que Newton passou; essa pessoa era um humilde físico alemão chamado Albert Einstein.